Adolescente ferido em capotamento em Mantenópolis continua em coma induzido

1947866_587066131400879_6096094820351594547_n

O adolescente, Marco Antonio Thuster, de 14 anos, filho do empresário Marcos da Max veículos que foi transferido ontem (26), para o hospital de Vitoria, continua em coma induzido mas estável.

O QUE É COMO INDUZIDO ?

O coma induzido, também denominado muitas vezes como coma barbitúrico, uma condição médica muito popular, principalmente na comunicação social e tendo sempre associado um acidente ou uma doença realmente grave.

Contudo, apesar de toda esta presença na comunicação social, existem muitas pessoas que não sabem exactamente o que se trata e têm até ideias bastante erradas sobre esta condição.

Em termos práticos e resumidos, o coma induzido é a sedação do paciente, que acontece apenas em último recurso e tem como principal objectivo minimizar ao máximo o sofrimento do paciente.

Esta é uma condição que é referida muitas vezes em reportagens sobre acidentes graves, todavia não é muito comum que os médicos induzam o coma ao paciente, sem que seja realmente necessário.

Para que serve o coma induzido?

Mesmo que seja uma condição muito referida, são poucos os que sabem exactamente quais são os objectivos da mesma, pensando sempre que tudo se baseia na recuperação de um trauma grave e esquecendo outros pormenores igualmente importantes.

Continua depois da Publicidade

Powered by WP Bannerize

Assim, a sedação total do paciente, ou o coma induzido, tem como principal objectivo manter a segurança e o bem-estar do paciente, minimizando ao máximo a dor física existente e até o desconfortode uma condição especial, controlar a ansiedade, nomeadamente a nível de trauma psicológico (muitas vezes causando amnésia), essencial para ultrapassar alguns momentos mais graves e difíceis de absorver à primeira instância e ainda acalmar o paciente para que alguns tratamentos possam ser feitos de forma segura e sem consequências.

Uma das causas mais comuns para a necessidade de coma induzidoprende-se com a necessidade de ventilação mecânica, ou seja, ajuda na respiração através de aparelhos artificiais, como acontece nos casos de infecção pulmonar, levando o paciente a entrar em insuficiência respiratória e por isso a ventilação mecânica é importante, ou seja, o coma induzido traduz-se na melhor opção para que esta seja feita sem consequências graves para o paciente.

Existem ainda outras situações que se revelam importantes para a necessidade do coma induzido, nomeadamente a dor intensa (vários traumas ou até queimaduras extremamente graves), sendo que neste caso a sedação é feita em conjunto com a anestesia para garantir que o paciente não sente a dor associada.

Em alguns casos mais emocionais, como o estado agitado do paciente e o perigo deste poder magoar-se, a si ou aos próximos, a vontade destes de não colaborarem com os tratamentos necessários, a sedação é também uma solução, todavia neste caso é mais leve, servindo apenas para os acalmar, de forma a que não haja perigo para os envolventes.

Em suma, o coma induzido serve essencialmente para que os médicos possam implementar um tratamento necessário para manter o paciente vivo, dependendo do tipo de problema de saúde existente, contudo nem sempre é necessário recorrer à redução do nível de consciência, por isso é muitas vezes chamado apenas de sedação.

Como se induz um coma ?

Existem vários motivos e razões para que um paciente seja submetido ao coma induzido, no entanto cada uma dessas situações tem também indicado um nível de sedação diferente, para que as consequências e os efeitos secundários não possam, de forma alguma, ligar-se ao paciente de forma negativa.