11 municípios do Noroeste do ES terão energia elétrica 10% mais barata

A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) aprovou a redução tarifária no índice aplicado pela Empresa Santa Maria S/A, de quase 10%.Enquanto a Escelsa aumentou a energia cobrada no ES, a Santa Maria reduziu por pressão popular. A decisão vai beneficiar 92.516 unidades consumidoras.

Consumidores residenciais e de baixa renda terão redução de 2,46 na tarifa. Já consumidores industriais terão redução maior, de 9.89, ambos a partir de 15 de agosto.

A decisão vai beneficiar 11 municípios na região Noroeste do ES, e foi comemorada por lideranças da região. O presidente do Sidmóveis, Oertêmio Locatelli Filho, disse que a redução vai aumentar a competitividade da indústria que vive em crise.

O ex-senador Marcos Guerra, presidente da Findes, que ano passado travou a mesma luta, lembrou que a região Noroeste é o menor IDH do Espírito Santo. E que se isso não fosse feito, a região ficaria inviável. Mas ele espera mais do governo Dilma, que deve anunciar um “pacote de bondades” em breve.

O deputado federal Paulo Foletto (PSB), foi o grande beneficiário político da decisão. Essa foi a maior conquista política do seu mandato, até o momento.

Continua depois da Publicidade

Powered by WP Bannerize

Ele lembrou que vários setores serão beneficiados, de móveis, confecção, cerâmica e aguardente. E espera que os governos apresentem boas políticas públicas para a região atrair novos investimentos.

A decisão da Annel ocorre uma semana após o ministro de Minas e Energia, Edson Lobão, ter negado também em audiência ao deputado Paulo Foletto, a redução da tarifa.

Na oportunidade ele alegou que seria difícil alterar os critérios de reajuste, e provavelmente desconhecia a intenção da Annel. Foletto atribuiu a mudança de postura do governo, a uma audiência pública realizada em Colatina dia 28 de junho, que reuniu mais de 300 pessoas, entre consumidores residenciais e industriais.

Dela participaram assessores da Aneel que levaram ao presidente da agência, André Pepitone, dados mostrando que a tarifa cobrada pela Santa Maria era a 11ª mais cara do país, o que estaria inviabilizando a atividade econômica na região.

Os municípios beneficiadas foram: Colatina (base política de Foletto e Guerra), Alto Rio Novo, Águia Branca, São Gabriel da Palha, Vila Valério, Pancas, São Domingos do Norte, Governador Lindenberg, Marilândia, São Roque do Canaã e Santa Teresa.